As flores secaram. O que fazer a seguir?

 



Phalaenopsis híbrido



Phalaenopsis 'Mini Mark'

 

 

     Na maior parte das orquídeas, é bastante simples. Corta-se a haste floral junto à base e a planta volta para o local onde vai crescer e preparar-se para florir no ano seguinte. Se a planta necessitar de ser reenvasada, é agora a altura para o fazer. Se não for necessário, basta ir regando e adubando normalmente consoante a espécie e a época do ano.

     No entanto, se a sua orquídea for uma Phalaenopsis, tem ainda outra opção. Se a haste floral continuar verde e forte, pode tentar que ela dê uma nova floração na mesma haste. É muito fácil. Se reparar, a haste parece estar dividida em secções separadas por uns nodos pequenos. O que tem a fazer é contar três nodos a partir da base da planta e cortar a haste cerca de um centímetro acima do terceiro nodo.

     Se a planta estiver forte, teremos em breve o crescimento de um desses nodos, ramificando-se numa haste lateral a partir da principal.

     É claro que, estimularmos a planta a dar uma segunda floração é desgastante para a planta. Daí eu só o aconselhar se a planta estiver em muito boas condições, com bom aspecto, com substracto recente, que tenha sido adubada regularmente, etc. Se a planta lhes parecer fraca e se for altura de fazer a substituição do substracto, o que se faz normalmente de dois em dois anos, não devemos sobrecarregá-la com a tarefa de florir de novo, pois corremos o risco de a enfraquecer demasiado, levando-a a ficar mais vulnerável a doenças e pestes, o que lhe pode ser fatal.

 

 

 

 

 

Texto e Fotos de José Santos
Copyright © 1998-2009 [Bichos do Mato]. 
All rights reserved.
Última actualização: Agosto 22, 2009

 

 

 

Quotations Wallpapers for Desktop in HD . cool wallpaper 2014