Chinchilas - Um Novo Animal de Estimação
Mundo Mascote 2004

1

A popularidade das Chinchilas já remonta de há muitos séculos atrás, não como animal de estimação, mas pela sua pele unicamente macia. Nos planaltos do Chile, Peru e Bolívia,  de onde são originárias, os índios Chinchas foram os primeiros a notar este pequeno animal que, nessa altura, existia aos milhares. Eram utilizados como alimento e aproveitavam a sua pele de excelente qualidade para se aquecerem no Inverno. Quando os Chinchas foram conquistados pelos Incas, uma civilização muito superior, a pele de Chinchila passou a ser proibida de ser usada pelas classes inferiores e só a família real e alguns nobres podiam usar mantos da tão magnifica pele cinzento azulada.

            No Séc. XVI os espanhóis chegaram ao Chile e massacraram e pilharam os Incas. Foi o fim dessa civilização e muitos dos seus tesouros foram trazidos nas caravelas para a família real espanhola.

            Conta-se que, para ganhar os favores da rainha, um emissário real enviou uma arca repleta de jóias Incas. Essa arca ia ao cuidado de um mensageiro de confiança e para proteger as jóias, estas eram cobertas com um manto de pele do animal que os espanhóis baptizaram de Chinchila por causa dos índios Chinchas. Depois de muitos meses de viagem, o mensageiro de confiança desapareceu com as jóias e a única coisa que chegou às mãos da rainha foi a arca somente com o manto de pele de Chinchila. Esta adorou o manto e a pele de Chinchila tornou-se moda na corte espanhola.

                Desde essa altura até ao início do século passado, muitas Chinchilas foram mortas no seu habitat por causa da vaidade humana. Só em 1918 o governo chileno proibiu a caça a esses animais pois já existiam muito poucos. Em 1923 um americano chamado Chapman conseguiu autorização do governo para capturar e levar para os Estados Unidos um pequeno grupo de 11 chinchilas para tentar a sua reprodução em cativeiro. Todas as nossas Chinchilas são descendentes desse grupo pioneiro. No início, Chapman pensava criar Chinchilas para o mercado de peles, mas rapidamente se apercebeu que as Chinchilas eram muito mansas e nas 11 Chinchilas encontrou um amigo muito manso ao qual deu o nome de Peter.

Muitos anos depois as quintas de produção de Chinchilas para o mercado de pele desenvolveram-se nos Estados Unidos e, ao mesmo tempo, cada vez mais pessoas começaram a ter Chinchilas como animais de estimação. No mundo moderno de hoje em que muita gente vive em cidades e em apartamentos, o ser humano procura animais de estimação alternativos ao cão e ao gato. Animais que não dêem tanto trabalho e que dêem igual prazer. Um desses animais é a Chinchila.

            Uma Chinchila em cativeiro pode viver até cerca de 15 anos. Pode ser alojada numa gaiola não muito grande e tem uma alimentação simples, que consiste essencialmente em granulado próprio para Chinchila, Alfafa ou feno, alguma fruta, sementes e agua limpa. No entanto, sendo um animal exótico, tem algumas particularidades que devem ser tidas em conta pelos donos ou por pessoas que estejam a pensar em adquirir uma chinchila como animal de estimação.

            O maior inimigo de uma Chinchila é o calor. As Chinchilas nunca devem ser colocadas ao sol porque não resistem a temperaturas superiores a 25ºC. O seu pêlo muito espesso não lhes permite que libertem o excesso de calor em forma de suor e elas têm ataques aos quais o coração não resiste. O outro perigo é o excesso de guloseimas. O seu aparelho digestivo não digere bem o açúcar e quando se dá muita fruta ou frutos secos, que elas adoram, ficam com diarreia e muitas vezes acabam por morrer. Como regra, nunca lhes dê mais do que uma semente ou um pedacito de fruta por dia.

            As Chinchilas têm ainda outras particularidades necessárias para que sejam felizes e que vivam saudáveis.  Gostam de estar em locais altos e devem ser colocadas prateleiras nas suas gaiolas. São nocturnas e dormitam praticamente durante todo o dia acordando de vez em quando para comer. Começam a entrar em actividade ao cair da tarde mas muitas vezes adaptam os seus horários de dormir com os horários dos donos. São roedoras e devem estar acompanhadas quando andam soltas pela casa. Como todos os roedores os dentes crescem continuamente por isso devem ser dados materiais para que possam roer, a caixa de dormir, prateleiras e outros objectos no interior da gaiola podem ajudar a gastar os dentes se forem feitos de madeira. Podem também ser oferecidas pedras especiais para roedores para o efeito. Para limpeza do pêlo devem tomar banho em areia própria 2 a 3 vezes por semana durante 15 minutos. Nunca se deve dar banho em água nem com outros produtos.

 

 

            As Chinchilas no estado selvagem são todas de um cinzento azulado, cor a que se dá o nome de Cinzento Standard. No entanto muitas outras cores foram desenvolvidas através de mutações genéticas podendo hoje ser encontradas com facilidade Chinchilas Veludo Preto e Bege e até as mais raras Ébano, Violeta ou Branco.

Infelizmente a criação e abate deste pequeno ser para uso do comércio de pele é uma realidade em Portugal. Ao comprar uma chinchila, certifique-se da sua origem. Existem criadores do comércio de peles que também colocam nas lojas de animais as chinchilas de qualidade inferior para serem vendidas como animais de estimação. Estas são geralmente muito nervosas podendo até morder quando agarradas visto não estarem habituadas ao contacto humano. Não patrocine a criação de animais para o abate por vaidade e dinheiro.

            A pessoa que procura uma Chinchila como animal de estimação deve ter em conta que, como todos os roedores, uma Chinchila não responde pelo nome nem pode ser tratada como um cão ou um gato. Deve ter sempre a sua gaiola onde dorme e come devendo depois ser deixada à solta ou colocada no colo do seu dono durante algum tempo. As Chinchilas não são recomendáveis a crianças muito pequenas porque estas têm tendência para as agarrar com força ou apertar e elas não gostam. As Chinchilas são animais ideais para um jovem ou um adulto a quem podem proporcionar muitos momentos de convívio e prazer.

O Clube Chinchila Portugal nasceu há três anos para divulgar este animal como animal de estimação. Hoje em dia com mais de duzentos sócios, já realizámos duas exposições e participámos em outros eventos de animais. A nossa página na Net e a distribuição de panfletos têm ajudado a que este animal seja compreendido e bem tratado em cada vez mais casas portuguesas. Este bichinho dos altos planaltos da América do Sul... veio para ficar!

 

José Santos - Presidente do Clube Chinchila Portugal

Texto e Fotos

Propriedade de José Santos

 

rush essay . The period of treating can be settled in the individual sequence so aggrenox 25mg/200mg